domingo, 21 de maio de 2017

Leitores Sonhadores 2017 (6.ª edição)


A final da 6ª edição do concurso interconcelhio "Leitores sonhadores" decorreu no passado dia 15 de maio e o nosso Agrupamento esteve presente!
O auditório da Escola Superior de Educação de Portalegre estava repleto de belíssimos leitores, provenientes de cerca de 20 agrupamentos/escolas não agrupadas do Alto Alentejo.
Nesta maratona de magníficas leituras, os nossos representantes portaram-se muito bem. Difícil foi a tarefa do júri que teve de distinguir apenas quatro alunos (um 1.º lugar por ano de escolaridade), de entre tantos participantes, todos eles excelentes leitores…
Parabéns a todos os vencedores e a todos os participantes.
Para a Rita, Jade, Inês e Eva, o nosso agradecimento por terem representado tão bem o nosso agrupamento. 
Um agradecimento sincero às coordenadoras interconcelhias, Carla Correia e Alda Serras, pela organização desta festa da Leitura.



Carla Correia e Alda Serras.
Rita, a nossa representante do 3º ano.

Jade, a nossa representante do 4º ano.

Catarina, a nossa representante do 5º ano.

Eva, a nossa representante do 6º ano.

“O balãozinho vermelho”, por Luís Ensinas

Ilustradora Geandra Lipa.

domingo, 23 de abril de 2017

Exposição "Cartazes e poemas de ABRIL"

A biblioteca escolar recordou a Revolução de 25 de abril de 1974, através de uma mostra de cartazes e poemas.








sexta-feira, 7 de abril de 2017

Concerto de encerramento da Semana da Leitura - coro "Cantare et Sonare"





A Semana da Leitura terminou com um concerto do coro Cantare et Sonare
Sob a orientação de Tiago Malato, os elementos do grupo deliciaram o público - alunos, professores, pessoal não docente e elementos da comunidade - com o seu repertório variado:
     ♪ Eito Fora  ( Cantiga de ceifa) Lourosa da Trapa / S. Pedro do Sul/ Viseu
     ♪ A barrinha do meu lenço  ( Baixo Alentejo)
     ♪ Ninguno cierre las puertas (Juan del Ensina)
     ♪ L´ultimo di di maggio (Sebastiano Festa)
     ♪ Thou knowest Lord (Henry Purcell)
     ♪ Olha a laranja – Alentejo (Harmonização de Fernando Lopes - Graça)
     ♪ Canção da vindima - Beira Baixa
     ♪ Acordai (Fernando Lopes- Graça / José Gomes Ferreira)

Cantare et Sonare é um grupo sedeado em Castelo de Vide, composto por cerca de 15 elementos, de diversas origens, com o mesmo propósito comum: a partilha e a aprendizagem de música vocal através do canto polifónico.

A equipa organizadora da Semana da Leitura agradece a todos os que ajudaram a que este evento fosse uma verdadeira festa! 


Palestra “A de ambiente na Constituição da República Portuguesa”

Mesa de honra: Diretora do Agrupamento, Presidente do Conselho Geral e Manuela Cunha.





No passado dia 4, os alunos do 3º ciclo assistiram à palestra  “A de ambiente na Constituição da República Portuguesa”, que teve como objetivo dar-lhes  a conhecer o direito ao Ambiente e ao Desenvolvimento Sustentável, que está consagrado na  Constituição da República Portuguesa desde 1976. De realçar que, ao incluir um artigo sobre o Direito ao Ambiente, a Constituição Portuguesa foi inovadora e exemplar, tanto a nível europeu como mundial. 
A oradora, Manuela Cunha do PEV, chamou a atenção para vários aspetos consignados no Artº. 66º e deu exemplos de boas práticas ambientais. 
Seguidamente, os alunos tiveram a oportunidade de apreciar e refletir sobre os cartoons de Telmo Quadros Ferreira, que sensibilizam e alertam para diversos problemas ambientais.
Foi, sem dúvida, uma sessão muito esclarecedora.
Cartoons de Telmo Quadros Ferreira.




quarta-feira, 5 de abril de 2017

Desfile de personagens literárias



Durante a Semana da Leitura, os alunos do 5ºA e B encarnaram várias personagens da obra A fada Oriana de Sophia de Mello Breyner. 

Confeção de "lagartos com letras"








Pelo segundo ano consecutivo, uma das atividades do projeto O Meu Museu, desenvolvido por Susana Bicho (Arquiteta da n planos) com os alunos do 4º ano, foi integrada na Semana da Leitura. 
Foi abordado o tema dos Lagartos da Páscoa, trabalhando transversalmente a língua portuguesa, a matemática, as expressões e o estudo do meio, em estreita articulação com o património local e o envolvimento da comunidade.
Primeiro, os alunos visitaram a sala da Páscoa do museu da Sinagoga. Depois, com a preciosa colaboração da D. Teresa Manso, a mãe de um aluno, confecionaram Lagartos da Páscoa, um bolo tradicional de Castelo de Vide com a forma deste réptil que os judeus abominam.
Enquanto a massa levedava foi possível aprofundar conhecimentos sobre lagartos e, em forma de jogo, fez-se uma roda de leituras variadas (lengalengas, poemas, expressões populares, textos científicos e históricos, notícias, uma fábula moçambicana e até uma canção!). 
Um agradecimento a todos os que ajudaram a tornar este dia tão saboroso!
                                                               

“Semana da Leitura” - nos espaços da Pré e do 1º Ciclo

No âmbito das comemorações da “Semana da Leitura”, os espaços da Pré e do 1º Ciclo do Agrupamento de Escolas de Castelo de Vide foram animados com diversas atividades.
Na sala do Pré - Escolar de Castelo de Vide, as crianças levaram poesias para casa e, junto com os pais, desenvolveram momentos de leitura partilhada. Daí nasceram várias interpretações que mostram e valorizam esta iniciativa.






Na sala do Pré - Escolar de Póvoa e Meadas, os meninos exploraram poesias e lengalengas, tendo realizado bonitos cartazes.



As professoras da área da Intervenção Precoce dinamizaram, na sala polivalente, pequenas poesias dramatizadas, as quais foram muito apreciadas pela pequenada.


Também a artista Natércia Bernardino contribuiu com a sua grande criatividade na elaboração de quadros com papéis recicláveis. Todas as crianças se envolveram e ficaram motivadas para desenvolverem outros trabalhos.



No seguimento desta atividade, os alunos do 4º ano elaboraram maravilhosas árvores, utilizando a técnica do “carimbo” dos seus braços e mãos, que decoraram com papéis rasgados.




Os alunos do 3º ano, inspirados pelo passeio ocorrido no Dia da Árvore e da Poesia deram largas à imaginação, fizeram poesias e criaram um “Bosque da Poesia”.